Subscribe:

15 de jan de 2011

Remake Americano de Death Note Ganha Diretor

         Há alguns anos fora anunciado um remake americano de Death Note pelas mãos da Warner Bros. Foram contratados então, dois roteiristas: Vlas e Charley Parlapanides. Um contratempo, até então não explicado, aconteceu: o primeiro rascunho do script vazou. E, ora essa! Os fãs não poderiam ter ficado mais desapontados com o que acontecera no curso de algumas noites, meses, aos seus personagens favoritos. Misa Amane, Rem, Ryuk... me desculpe, quem? Misa Amane tornou-se uma garota sem nome cujo os pais foram assassinados e sua presença onscreen dura pouco menos de trinta segundos. Os Shinigamis nem existem, pelo amor de Deus! Light tornou-se Luke, L não apareceu em pessoa e, bem, você tem uma idéia do tamanho da tragédia. Agora, me parece que um script está sendo escrito por Anthony Bagarozzi e Charles Mondry, o qual o diretor dará uma olhada e verá o quão bom realmente é, de acordo com o Deadline.

         Mas, voltando ao que realmente interessa, após meses e meses sem qualquer tipo de notícia, hoje, 15 de janeiro de 2011, foi anunciado o nome do diretor que irá dirigir o “tão esperado” remake. “Quem?” você deve estar se perguntando. Pois eu lhe digo: Shane Black. O mesmo diretor do filme Kiss Kiss Bang Bang. Eu, sinceramente, posso dizer que KKBB é um ótimo filme. E, pela determinação que Blake demonstrou na entrevista, esse remake pode até ir a algum lugar.
         Segue agora uma citação de Black dizendo o que realmente importa:
        
"É meu mangá favorito, eu estava impressionado pela sua brilhante e única sensibilidade," Black disse. "O que nós queremos fazer é voltar àquele mangá, e fazer próximo ao que é tão complexo e verdadeiro sobre a espiritualidade da história, versus pegar o conceito e tentar copiá-lo como um thriller Americano. Jeff Robinov e Greg Silverman gostaram disso."

         Só nos resta esperar, realmente, que esse remake seja bom. Do contrário, Mr. Black... bem, digamos que certos fãs jamais perdoarão o senhor.

Para saber mais sobre Death Note (escrito por Tsugumi Ohba e ilustrado por Takeshi Obata) ou sobre o que se trata, aqui vai um breve trecho retirado da página da Wikipédia.org:

“Light Yagami é um jovem estudante muito inteligente, que leva uma vida considerada entediante ao seu ponto de vista. Isso muda quando ele encontra um estranho caderno no chão, com o título de Death Note (caderno da morte). No início, Light imagina ser apenas uma brincadeira de mau gosto, mas após testá-lo, começa a aplicar uma espécie de "punição divina" aos criminosos, matando os mais perigosos por ataques cardíacos. Não demora para ele descobrir que o caderno possui um dono: um shinigami (deus da morte) chamado Ryuk.

Devido aos acontecimentos que se seguem, a polícia começa a suspeitar que alguém é responsável pelas misteriosas mortes de ataques cardíacos dos criminosos. Então, a força policial do Japão começa a trabalhar em conjunto com L, nomeado o melhor detetive do mundo, cujo rosto ninguém conhece até então.”

         E, a partir daí, só começa a melhorar. Death Note: Another Note – The Los Angeles BB Murder Cases de Nisio Isin também é ótimo e, caso você esteja sem nada para fazer, realmente sugiro que leia após assistir/ler Death Note. Simplesmente esplêndido.

0 comentários:

Postar um comentário