Subscribe:

24 de fev de 2011

Resenha: Percy Jackson e os Olimpianos - O Ladrão de Raios, Por Rick Riordan

Nome do livro: Percy Jackson e os Olimpianos - O Ladrão de Raios
Original: Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief
Autor: Rick Riordan
Quantidade de Páginas: 387
Sinopse: Percy Jackson é um garoto problemático de 12 anos que nunca conheceu o pai e vive com a mãe e o padrasto chato (Gabe Ugliano) em New York. Diagnosticado como sofredor de déficit de atenção, disléxico e hiperativo, nunca conseguiu ficar mais de um ano na mesma escola, sendo sempre expulso por causa de ataques de monstros. Apesar de estar acostumado a esquisitices em sua vida, quando, na sua escola do 7º ano, a professora de matemática Srª Dodds se transforma em um monstro mitológico (uma das fúrias de Hades) e tenta matá-lo, Percy começa a desconfiar de que não é um menino normal...
Resenhado por: Amanda Sousa
Aviso: Esta área contém spoilers.
Resenha: Percy, um garoto de 12 anos que tem muitos problemas para se adaptar numa escola, e que por conta disso muda constantemente, mal sabe que sua transtorno de déficit de atenção e hiperatividade são marcas importantes de um meio-sangue (meio humano e semi deus) e que isso o leva a ser perseguido por criaturas míticas e medonhas.
Num mundo totalmente novo e cheio de mistérios, Percy descobre que é acusado injustamente de roubar o raio mestre de Zeus, que na realidade fora roubado por Ares, o deus da guerra, com o intuito, obviamente, de causar discórdia e guerra.
Quando Percy chega para ficar junto dos seus, no Acampamento Meio-Sangue, descobre que  não sabem qual dos deuses é seu pai. Ele só passa a saber quando, numa brincadeira, os filhos de Ares o machucam seriamente, e Percy cai no riacho. Quando isso acontece, Percy descobre que pode se curar usando a água, e assim acontece. Além disso, um tridente de água se forma sobre a cabeça dele, no ar, e todos finalmente percebem: Percy era filho de Poseidon e ele estava assumindo a parternidade.
Isso, mais que tudo, fez com que todos achassem que ele era o ladrão de raios, e assim, Zeus estipulou um prazo para que o menino devolvesse o raio, senão ia acontecer uma guerra no olimpo.
O fato  de terem culpado Percy pode parecer totalmente sem fundamento. Contudo, para começo de conversa, Poseidon fora proibido de ter filhos. E depois, o raio sumiu. Como se não bastasse, Poseidon o assumiu como filho, e isso levantou todas as suspeitas.
Hades, o deus do submundo, também se envolveu na confusão. Sequestrou a mãe de Percy (Sally Ugliano), e o menino passa a achar que foi ele o ladrão.
No fim, depois de toda essa confusão, Percy descobre que Ares foi o ladrão e ocorre um conflito entre eles.
No geral, o livro é muitíssimo emocionante, e a trama é sensacional. Rola até uma comparaçãozinha básica por aí com Harry Potter, mas eu conheço ambas historias e digo que no contexto ambas são bem diferentes. Percy Jackson é altamente indicada para os amantes de séries literárias cheias de aventura, mistério e ação, assim como eu.


No próximo post: resenha ddo filme Percy Jackson e os Olimpianos - O Ladrão de Raios.


Arquivado em:  Livros

0 comentários:

Postar um comentário