Subscribe:

24 de fev de 2011

Filme: Percy Jackson e o Ladrão de Raios


Nome do filme: Percy Jackson e o Ladrão de Raios
Original: Percy Jackson and the Laghtning Thief
Baseado na obra literária de: Rick Riordan
Diretor: Chris Columbus
Elenco: Rosario Dawson, Uma Thurman, Pierce Brosnan, Sean Bean, Steve Coogan, Kevin McKidd, Catherine Keener, Logan Lerman, Melina Kanakaredes, Brandon T. Jackson.
Gênero: Aventura
Duração: 120 min.
Distribuidora: Fox Film
Estreiou em: 12 de Fevereiro de 2010

Sinopse: O arteiro Percy Jackson está encrencado na escola, mas esse nem de longe é seu maior desafio. Estamos no século 21, mas os deuses do Olimpo saem das páginas dos livros de mitologia grega de Percy e entram em sua vida. Ele descobre que seu pai verdadeiro é Poseidon, deus dos mares, o que significa que Percy é um semideus – metade humano, metade deus. Ao mesmo tempo, Zeus, rei de todos os deuses, acusa Percy de roubar seu raio, a primeira e verdadeira arma de destruição em massa.
Agora, Percy tem de se preparar para a maior aventura de sua vida, e os riscos não poderiam ser maiores.

Com nuvens de tempestade sinistras encobrindo o planeta e com sua vida ameaçada, Percy viaja até um enclave especial, um campo de treinamento para mestiços, onde aperfeiçoa seus recém-descobertos poderes para evitar uma guerra devastadora entre os deuses. É lá que ele conhece dois outros semideuses: a guerreira Annabeth, que procura sua mãe, a deusa Atena; e seu amigo de infância e protetor, Grover, um corajoso sátiro cujas habilidades ainda não foram testadas.
Grover e Annabeth unem-se a Percy numa incrível odisseia transcontinental, que os leva para 600 andares acima da cidade de Nova York (o portal para o Monte Olimpo) e para o famoso letreiro de Hollywood, sob o qual arde o fogo do Mundo dos Mortos.
O destino da humanidade depende do resultado dessa jornada, bem como a vida da mãe de Percy, Sally, que ele terá de resgatar das profundezas do inferno.

Resenha (ou melhor, crítica): O filme é incrível. Afirmo isso sem pestanejar, como fã do trabalho que Chris Columbus fez com esse filme. Agora, partindo do ponto de vista de fã do trabalho de Rick Riordan, daria uma nota regular. Na hora de adaptar o livro para as telonas, eles fizeram o que sempre acontece com as adaptações: pecaram nos detalhes. Tudo bem que aqui foi até exagero. Tipo tirar de cena o deus da Guerra, Ares, que era o ladrão de raios, e colocar Luke, um meio sangue (assim como Percy) como ladrão e principal vilão.
Além disso, Logan Lerman parece ter doze anos? (Não, hehe.) Deveria parecer que tem doze. Pois é. E o fato de ele saber logo que chega ao Acampamento Meio Sangue que Poseidon é seu pai? Isso supostamente deveria ser um mistério até ele quase ser massacrado. E por aí vai. A lista é grande.
Agora, deixando de lado o momento de fã irritada porque mudaram no filme detalhes da historia, o filme é super dinâmico. Toda hora tem ação, mistério, e aquele maravilhoso suspense. Rola até um levíssimo romance. Bem leve. Sem dúvidas, eu saí deslumbrada do cinema. Adorei. Mas preferiria que fosse mais leal ao livro.
Como estou aqui para avaliar a qualidade do filme apenas, nada mais justo que dar 5 estrelas. Mas falando como fã, a falta de lealdade à historia merecia 2 e meia. Ha-ha-ha.

Arquivado em: Filmes.


0 comentários:

Postar um comentário