Subscribe:

6 de fev de 2012

A Invenção de Hugo Cabret

A Invenção de Hugo Cabret


Autor: Brian Selznick
Editora: SM
Ano: 2007
Número de Páginas: 533


Sinopse:


   Prepare-se para entrar em um mundo onde mistério e o suspense ditam as regras.
   Hugo Cabret é um menino órfão que vive escondido na central de trem de Paris anos 1930. Esgueirando-se por passagens secretas, Hugo cuida dos gigantescos relógios do lugar: escuta seus compassos, observa os enormes ponteiros e responsabiliza-se pelo funcionamento das máquinas.
   A sobrevivência de Hugo depende do anonimato: ele tenta se manter invisível porque guarda um incrível segredo, que é posto em risco quando o severo dono da loja de brinquedos da estação e sua afilhada cruzam o caminho do garoto.
   Um desenho enigmático, um caderno valioso, uma chave roubada e um homem mecânico estão no centro desta intrincada e imprevisível história, que, narrada por texto e imagens, mistura elementos dos quadrinhos e do cinema, oferecendo uma diferente e emocionante experiência de leitura.    


Aviso: está área contém spoilers

   A turma da minha irmã ganhou esse livro, e ela me deu dizendo que: " o Estado zoou com a nossa cara deram um livro só de desenhos". De primeiro momento concordei com ela, mais como uma pessoa que não dispensa livros - dependendo do assunto - fui ler a sinopse, que mal me faria? 
   Quando terminei de ler a sinopse já estava cativada, histórias com crianças me encantam, e além do mais não seria um leitura cansativa, já que boa parte do livro são desenhos.
   Mas não se deixem enganar as imagens contam tão bem a história quanto as palavras. 

   Resumidamente a história roda em volta de um homem de lata "um autônomo" que o pai de Hugo que trabalhava numa relojoaria e de meio turno em um velho museu, encontrou. A partir do autônomo que a história se desenrola.
   Graças a ele o pai de Hugo morre e ele tem que morar com o tio bêbedo  que deveria cuidar dos relógios de uma estação de Paris. Algum tempo depois o tio dele desaparece.
   Hugo tem que viver em segredo já que o responsável por ele sumiu, um pouco depois em quanto passava pelos destroços do museu, viu o autônomo e o levou para a estação de trem. 
   Logo no começo a gente vê ele indo até uma loja de brinquedos, onde ele rouba alguns para usar no concerto do autônomo, o senhor que cuida desta junto de sua afilhada, um certo dia vê ele, o senhor acaba por pegar o caderninho de Hugo, que tinha as anotações do concerto do homem de lata.
   Desta parte em diante a história começa a fluir incrivelmente, quem gosta - como eu - de crianças como protagonistas, cinema e magia. Com certeza vai adorar esse livro.


 Adaptação para os Cinemas
   É o livro vai ganhar vida nas telas do cinema em 17 de Fevereiro. Se for metade do quão bom foi o livro, e mostra ser o trailer. Vale a pena assistir também.

TRAILER:

   Depois que eu ver o filme eu volto aqui para dizer se a adaptação para o cinema faz jus ao livro. 

0 comentários:

Postar um comentário